Bem-Vindos!

Breaking News
recent

Os Blues na Copa do Mundo


A Copa do Mundo 2018 está prestes a começar e o Chelsea possui 14 representantes em várias seleções que disputam o maior torneio de futebol do planeta. Entre eles estão jogadores bem conhecidos e outros menos conhecidos, como alguns emprestados. Vamos dar uma visão geral sobre eles.

No Grupo B temos a presença do polivalente César Azpilicueta com a seleção da Espanha. Azpilicueta se destacou bastante nesta temporada pelo Chelsea (mais uma vez) e isso garantiu o seu passaporte para a Rússia. Nomes do Chelsea que vinham sendo convocados anteriormente acabaram perdendo espaço, como Cesc Fàbregas, Álvaro Morata e Pedro. A Espanha enfrenta Portugal, Irã e Marrocos no Grupo B.



Em seguida temos o Grupo C com França e Dinamarca, que possuem jogadores do Chelsea nos respectivos plantéis. Os franceses contam com o volante N’Golo Kanté e o atacante Olivier Giroud e os dinamarqueses contam com o zagueiro Andreas Christensen. Kanté já era presença certa, mas Giroud teve que batalhar para conseguir uma das vagas e a garantiu após trocar o Arsenal pelo rival Chelsea. Já Christensen vinha sendo convocado regularmente, mas nem sempre era titular na Dinamarca. As outras seleções do Grupo C são Peru e Austrália.



Mais adiante temos o Grupo D, no qual estão Argentina e Nigéria. Ambas as seleções possuem jogadores Blues convocados, Willy Caballero pelos Hermanos e Victor Moses e Kenneth Omeruo pelos nigerianos. Caballero ganhou seu lugar com os argentinos após uma ótima temporada como reserva no Chelsea, dando conta do recado em vários jogos em que Thibaut Courtois não pôde atuar. Pela Nigéria, Moses é titular absoluto, mesmo jogando em uma posição diferente da que atua pelo Chelsea, enquanto o jovem zagueiro/lateral Kenneth Omeruo carimbou sua vaga após bom desempenho em sua segunda passagem pelo Kasimpasa da Turquia, emprestado pelo Chelsea. Muitos não devem conhecer Omeruo, afinal, ele é mais um membro do “Exército dos Emprestados” do Chelsea. Neste grupo também estão Islândia e Croácia.



Mais adiante temos o Grupo E, onde está o meia Willian e a seleção brasileira. Willian é uma das principais peças da equipe do técnico Tite, mesmo tendo sido reserva durante boa parte na campanha das eliminatórias da América do Sul. Agora, Willian é titular do Brasil e tem tudo para ser um dos grandes destaques da Copa. O Brasil tem pela frente as seleções de Suíça, Costa Rica e Sérvia em seu grupo.



Os atuais campeões do mundo, os alemães, contam com Antonio Rüdiger em seu plantel. O zagueiro participou da campanha do título da Copa das Confederações em 2017 e desde então esteve presente em convocações da Alemanha de Joaquin Löw. Os adversários dos alemães são México, Suécia e Coréia do Sul.

E para finalizar, o Grupo G é o grupo com mais jogadores do Chelsea na Copa, são 5 ao todo. Pela Bélgica, estão presentes o goleiro Thibaut Courtois, o meia Eden Hazard e o atacante Michy Batshuayi. Já pela Inglaterra, o zagueiro Gary Cahill e o meia Ruben Loftus-Cheek foram chamados por Gareth Southgate. Courtois, obviamente é o melhor goleiro belga em atividade, Hazard é o capitão da seleção e Batshuayi é importante mesmo sendo reserva. Aliás, Batshuayi quase ficou de fora da Copa após uma lesão séria no tornozelo há semanas, porém se recuperou a tempo. No lado dos ingleses, Gary Cahill recuperou sua vaga na seleção no “apagar das luzes” quando também recuperou sua vaga na equipe titular do Chelsea na reta final da temporada, enquanto Loftus-Cheek, após uma boa temporada emprestado ao Crystal Palace, conquistou sua vaga derrubando fortes concorrentes como Jack Wilshere e o colega de Chelsea, Danny Drinkwater. Os adversários de Bélgica e Inglaterra no Grupo G são Tunísia e Panamá.


Será que algum deles irá conquistar o título e levantar a taça da Copa do Mundo? Boa sorte aos nossos 14 representantes na Rússia! 
Arthur Cavalcanti

Arthur Cavalcanti

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chelsea. Tecnologia do Blogger.