Bem-Vindos!

Breaking News
recent

Estrelas atuam no time de desenvolvimento e Chelsea vence Southampton no fim


Em um trabalho conjunto de Antonio Conte, auxiliares e o treinador da base, Adi Viveash, o time de desenvolvimento do Chelsea atuou hoje em Cobham pela Premier League 2 (torneio sub-23) com vários jogadores integrados ao time principal, visando dar ritmo aos mesmos.

Ao todo foram 8 jogadores da equipe principal que começaram jogando: John Terry, Cesc Fàbregas e Marco van Ginkel, que são os três acima de 23 anos permitidos, Eduardo, que era o goleiro adicional permitido, e Kurt Zouma, Ola Aina, Dominic Solanke e Michy Batshuayi, que são menores de 23 anos.

Vale lembrar que Kurt Zouma e Marco van Ginkel já vinham atuando no time de desenvolvimento há algumas semanas para conseguir ritmo de jogo, depois de terem sofrido lesões.

Com uma formação 3-4-3 para adaptá-los ainda melhor para o time principal, o time de desenvolvimento ainda contava com Fankaty Dabo como capitão, Fikayio Tomori e Mason Mount, sendo os únicos ativos na base de fato.

O começo de jogo foi bem movimentado, com o Southampton abrindo o placar logo cedo com Olomola na primeira tentativa dos visitantes. Porém, os Blues em seguida reagiram com Fàbregas descolando um passe preciso para Batshuayi avançar e bater no canto do goleiro, empatando o jogo.


Após o gol, o Chelsea continuou indo pra cima em busca da virada. Mason Mount e Dominic Solanke eram os mais acionados, enquanto Fàbregas ditava o ritmo do meio de campo. Entretanto, não demorou muito até o Southampton novamente se lançar ao ataque e marcar o segundo gol. Em um cruzamento na área, Sims cabeceou e a bola desviou em Terry, enganando o goleiro Eduardo, 1-2.

Novamente atrás do placar, o Chelsea foi com tudo ao ataque para buscar o empate antes do intervalo, mas parecia que a bola não queria entrar. Solanke, van Ginkel e Zouma não tiveram sorte nos cabeceios e Batshuayi reclamou de um pênalti em uma dividida na área.

No segundo tempo, os Saints se retraíram, visando cansar os jogadores sem ritmo do Chelsea e segurar o resultado. Sentindo isso, o Chelsea foi pra cima. Chance atrás de chance com cada jogador, praticamente só o goleiro Eduardo não finalizou. A melhor chance veio quando Fàbregas, Batshuayi e Solanke fizeram um triangulação e o inglês acertou a trave.

O tempo foi passando e as chances sendo perdidas, juntamente com as alterações sendo feitas. Até que nos instantes finais, mais uma vez Fàbregas e Batshuayi foram decisivos. Após uma sucessão de escanteios, o espanhol mandou na cabeça do belga para empatar o jogo aos 86'. E finalmente nos acréscimos, Dujon Sterling, que havia saído do banco no lugar de Terry um pouco antes, invadiu pela direita e rolou atrás para Marco van Ginkel acertar um belo chute e virar o jogo para 3-2.

Esse foi um jogo para dar ritmo e observar esses jogadores. Foi uma boa escolha, já que a base do Southampton é uma das mais fortes da Inglaterra e foi interessante ver jogadores como Fàbregas e Batshuayi afiados, Zouma se lançando ao ataque, Solanke se movimentando bastante e van Ginkel, que vem sendo emprestado sempre, marcando um golaço para quem sabe chamar a atenção de Antonio Conte, que certamente gostou do que viu.
Arthur Cavalcanti

Arthur Cavalcanti

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chelsea. Tecnologia do Blogger.