Bem-Vindos!

Breaking News
recent

Após duas derrotas, Chelsea volta a vencer

Antonio Conte viajou com sua delegação até Kingston upon Hull para enfrentar o Hull City. Com uma escalação inesperada, o italiano inova com Willian no lugar de Fàbregas e mesmo assim busca os três pontos. Vamos ver como foi o jogo!

Os primeiros quarenta e cinco minutos de Chelsea e Hull City foram horríveis. Ambos os times não realizaram um primeiro tempo digno de Campeonato Inglês, aqueles cheios de emoção, jogadas espetaculares e também muitos gols.

Os donos da casa finalizaram duas vezes com perigo a meta de Courtois, este que se virou bem, defendendo com facilidade os ataques sofridos. Já o Chelsea, contou com um chute de fora da área de Cahill e uma cabeçada do lateral esquerdo Marcos Alonso.

Como eu havia dito, foi um começo muito feio. Pudemos ver um Hull City sem a bola defender-se muito bem, às vezes com nove jogadores dentro de sua própria área. E um Chelsea muito ineficaz, não havia quem armar as jogadas, quem deixar Diego Costa frente a frente com o goleiro, cruzamentos exagerados e jogadas em branco com Hazard, Willian e Moses.

Na volta ao gramado, à conversa no vestiário com certeza foi outra. Antonio Conte utilizou-se de palavras mágicas, pois o time que deixou o primeiro tempo nem se comparava com o que estava ali presente para os quarenta e cinco finais.

O Chelsea melhorou, porém a água só foi transformada em vinho quando a individualidade de alguns jogadores resolveu aparecer. Diego brigou com dois marcadores e deixou com Willian, este que apenas puxou para o pé direito e colocou a bola com perfeição no ângulo esquerdo de Marshall, um golaço aos 61’ minutos de jogo.

Logo em seguida, nos 67’ minutos Matic conduziu a bola livremente do meio campo até o ataque, tentou o arremate, mas, ela sobrou para quem sabe. Diego Costa com muita categoria fez igual Willian e finalizou no mesmo ângulo, colocando o Chelsea com mais três pontos na Premier League.

Não foi uma partida muito difícil para os blues, apenas tivemos um primeiro tempo horrível onde nenhum dos times se acertou. Conte não precisou mudar a equipe, apenas uma conversa no intervalo bastou para que os jogadores acordassem.

Houve um clean sheet, boa atuação de David Luiz, enquanto que Cahill esteve por diversas vezes okay. Marcos Alonso uma maquina de correr, assim como Kanté. Willian até o gol estava apagado, já Hazard, não vimos seu futebol hoje. O Chelsea volta a campo após a data FIFA, jogo em casa contra o Leicester no dia 15/10 (sábado). A partida pode conter a volta de Kurt Zouma ao time ou ao banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

Local do Jogo: KCOM Stadium (Kingston Upon Hull, Inglaterra) - Público: 21.257
Data: 01/10/2016
Placar: Hull City 0 x 2 Chelsea - Premier League, 7ª Rodada
Gols: Willian, 61' e Diego Costa, 67'
Arbitragem: Anthony Taylor (Árbitro); Jake Collin e Ian Hussin (Assistentes); Michael Jones (Quarto Árbitro).
Cartões: Livermore e Robertson (Amarelo) - Moses e Matic (Amarelo)
Hull City: Marshall; Meyler, Livermore, Davies e Robertson; Clucas (Huddlestone, 81'), Mason, Snodgrass, Henriksen (Hernández, 72') e Diomande (Maloney, 63'); Mbokani.

Chelsea: Courtois; Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Moses (Pedro, 85'), Kanté, Matic e Alonso; Willian (Chalobah, 89'), Hazard (Oscar, 81') e Diego Costa.
Everton Renes

Everton Renes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chelsea. Tecnologia do Blogger.