Bem-Vindos!

Breaking News
recent

Em jogo cheio de emoções, Chelsea derrota o Manchester City


Após uma semana trágica para o futebol mundial, os blues foram até Manchester enfrentar um dos concorrentes ao título da Premier League. Guardiola queria um desafio, ver o quão grande era o Chelsea de Antonio Conte. A partida foi magnifica, as duas equipes não se acovardaram em nenhum momento, uma pena que no final teve a famosa cena lamentável. Deixando isso um pouco de lado, vamos ver como se desenrolou o confronto.

Como jogava em casa e contava com o apoio da torcida, o City a todo custo pressionou o Chelsea, tendo as maiores chances no jogo. Mas, o placar só foi sair do zero aos 44’ minutos, quando Jesus Navas cruzou na área e Cahill foi tentar afastar de bicicleta, entretanto, a bola tocou na parte interna de sua panturrilha e entrou. Matando Courtois e dando uma vantagem ao time de Guardiola para a segunda etapa.

E parece que a conversa no vestiário foi muito boa. Pedro que havia levado uma entrada ainda no primeiro tempo, saiu de campo aos 49’ minutos para que Willian entrasse e tivesse uma chance de mudar a partida. O Chelsea se segurou, descansou e então começou a dar valor ao jogo. Primeiro que Fàbregas estava sumido no jogo, mas, não se pode descartar um mágico. O espanhol fez um lançamento do seu campo de defesa para Diego Costa, o sergipano tirou Otamendi e tratou de fuzilar as redes de Claudio Bravo. Na comemoração, buscou algumas câmeras para mostrar sua faixa de luto, homenageando a Chapecoense. Era 58’ minutos e o jogo estava empatado.

Após realizar o gol de empate, Conte arrumou sua equipe na defensiva e então soube explorar o contra-ataque, já que o City vinha para cima com quase todos os seus jogadores. Depois de falharem em um ataque, o Chelsea saiu rapidamente para o jogo, Diego Costa fez o pivô e colocou Willian em um corredor gigante. O camisa 22 apenas escolheu o canto e fazia o segundo dos blues na partida. Em sua comemoração, fez questão de retirar junto com David Luiz a faixa preta e homenagear os envolvidos no acidente da Colômbia. Aquele que um dia era lembrado, hoje prestava toda sua solidariedade.

E não acabou por aí. O Manchester não conseguiu fazer gol, e Marcos Alonso lançou Hazard que em velocidade, se livrou da zaga e tirou Bravo da jogada. Um belo gol do belga, dando números finais a partida.  E no final do jogo, Agüero deu uma entrada criminosa em David Luiz e a confusão começou, todos os jogadores no meio da briga e acabou com Agüero e Fernandinho sendo expulsos.

O Chelsea agora descansa, e só vai a campo daqui oito dias. Enfrentará o West Bromwich em casa no dia 11/12/2016 as 10h00.

FICHA TÉCNICA

Local do Jogo: Etihad Stadium (Manchester Inglaterra) - Público: 54.457
Data: 03/12/2016
Placar: Manchester City 1 x 3 Chelsea - Premier League (14ª Rodada)
Gols: Cahill (Contra), 45' - Diego Costa, 60'; Willian, 70' e Hazard, 90'
Arbitragem: Anthony Taylor (Árbitro); Stuart Burt e Adam Nunn (Assistentes); Michael Dean (Quarto Árbitro)
Cartões: Otamendi e Navas (Amarelo); Agüero e Fernandinho (Vermelho) - Kanté, Chalobah e Fàbregas (Amarelo)
Manchester City: Bravo; Otamendi, Stones (Iheanacho, 78') e Kolarov; Navas, Fernandinho (Expulso), Gündogan (Yaya Touré, 76') e Sané (Clichy, 69'); De Bruyne, David Silva e Agüero (Expulso).
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Cahill e David Luiz; Moses, Kanté, Fàbregas e Alonso; Pedro (Willian, 50'), Hazard (Batshuayi, 90+4') e Diego Costa (Chalobah, 85').
Everton Renes

Everton Renes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chelsea. Tecnologia do Blogger.