Bem-Vindos!

Breaking News
recent

A minha "EX" tá boa, só não está melhor que eu


Após uma incrível vitória em cima do Tottenham no sábado, o time de Antonio Conte chegava com muita moral sobre o seu adversário dessa terça feira. O Italiano até surpreendeu quando divulgou a lista que portava Cesc Fàbregas na ponta direita, mal sabíamos que o espanhol iria com certeza fazer a diferença no jogo.

Soberano dentro de casa, o Chelsea logo mandou o cartão de visitas. O trio de ataque parecia jogar há anos, muito, mas muito entrosado. Com toda categoria do mundo Cesc Fàbregas iniciou a jogada pela direita, lançou Diego Costa que esperou a chegada de Hazard e serviu o belga que então arrematou de primeira. Estava aberto o placar em Stamford Bridge, era o décimo quinto gol do camisa dez na competição.

Um dos nossos maiores problemas nas últimas partidas foi sofrer inúmeros gols com falhas horrendas da defesa. Não deu outra, o Southampton que vinha tentando achar algo pelas pontas, acabou descolando facilmente um escanteio. Na cobrança deste, a bola rebateu na área do Chelsea e sobrou para seu EX jogador empatar a partida, Oriol Romeu é o nome do personagem. Em seguida até o final da primeira etapa, o time azulado perdeu a paciência, houve momentos em que começaram a matar diversas jogadas com faltas desnecessárias, no entanto, a equipe adversária não assustou mais e o pesadelo logo acabou. Findou pelo motivo que houve uma disputa de cabeça dentro da área dos Saints pós cobrança de falta e Gary Cahill cabeceou fortemente para o fundo das redes, dois a um para nós e uma leve vantagem sendo levada até a segunda etapa.



Já nos quarenta e cinco minutos finais, o Chelsea não respeitou os visitantes e decidiu pôr um fim nisso o quanto antes. Em jogada ensaiada após cobrança de escanteio, Fàbregas cruzou a bola e Diego Costa testou firmemente, anotando seu gol de número cinquenta na Premier League e o décimo nono na atual competição.

Em seguida, os jogadores do Chelsea deram uma demonstração de talento. Com a bola em seu domínio, Diego Costa tabelou com Hazard e depois com Pedro, entrou livre na área adversária e finalizou sem chances para Forster defender, estava feito o quatro a um, e fazia tempo que nosso “governador” não anotava dois gols. Ainda houve oportunidade de sermos vazados mais uma vez por outro jogador que passou pela nossa equipe, Bertrand escorou de cabeça e decretou o placar final, quatro a dois. A partida ficou marcada também por vermos John Terry em campo mais uma vez, nosso capitão entrou no segundo tempo no lugar de Victor Moses.

Agora o Chelsea deve se manter focado, já que o próximo compromisso é importante. Enfrentaremos o Everton no domingo, fora de casa, jogo difícil e crucial para mantermos nossa vantagem.
Everton Renes

Everton Renes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chelsea. Tecnologia do Blogger.